PT  EN


Sigmund Schlomo Freud

Datas: 6 de maio de 1856 - 23 de setembro de 1939

 

Nacionalidade: Austríaco



Sigmund Freud, o pai da psicanálise, foi um psicólogo, médico, fisiologista e influente pensador do início do século XX.

 

Freud elaborou a teoria de que a mente é um complexo sistema-energia. Ele articulou e definiu os conceitos do inconsciente, sexualidade infantil e repressão. Ele propôs uma teoria tripartida da estrutura da mente, como parte de uma nova conceção e estrutura de referência terapêutica para o tratamento de doenças mentais.

 

Freud inovou no tratamento das ações humanas, dos sonhos e dos artefactos culturais que têm significado simbólico. As suas teorias têm-se mostrado muito acertadas, tendo implicações para um vasto número de campos, incluindo a psicologia, a antropologia, a semiótica e a criação artística.

 

Freud publicou inúmeros estudos, alguns deles em colaboração com Josef Breur. As suas principais obras são “A Interpretação dos Sonhos” (1899), “Três Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade” (1905), “O Inconsciente” (1915), “Introdução à Psicanálise” (1916-1917), “Psicologia de Massas e Análise do Ego” (1923), “Psicanálise e Teoria da Libido” (1923) e “Neurose e Psicose” (1924). No livro “A Interpretação dos Sonhos”, Freud analisa a complexidade simbólica da formação dos sonhos.

 

“Somos feitos de carne, mas temos de viver como se fôssemos de ferro.”

Sigmund Freud

 Table '.\db_utopia500\admin_estatisticas' is marked as crashed and should be repaired