Investigadores

 

 

Cristina Parente

Doutorada e licenciada em Sociologia, mestre em Políticas e Gestão de Recursos Humanos, exerce desde 1990, funções de docência no Departamento de Sociologia da FLUP, onde é Professora Auxiliar com Agregação. Criou e coordenou a secção de Formação e Educação Contínua. Liderou a equipa de comunicação externa do Departamento de Sociologia (DS) e coordenou a linha de investigação TEPO - Trabalho, emprego, profissões e organizações - do Instituto de Sociologia (ISFLUP). No âmbito do ISFLUP, desenvolve actividades quer como investigadora, quer como coordenadora e responsável científica de projectos sobre as temáticas da gestão de recursos humanos e da formação de adultos, da sociologia empresarial e da economia social. É avaliadora de artigos em revistas da especialidade, orientadora e júri de várias dissertações académicas. Desenvolve igualmente actividades de formadora e consultora.

 

 

Alexandra Lopes

PhD em Social Policy pela London School of Economics e mestre em Sociologia pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, exerce, desde 1997, funções de docência no Departamento de Sociologia da FLUP e de investigação no Instituto de Sociologia (ISFLUP). É, ainda, investigadora associada da UNIFAI, no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Os seus interesses de investigação e áreas de especialização incluem a análise e o desenho de políticas sociais, com especial enfoque no sistema de pensões e no sistema de cuidados continuados. Incluem, ainda, o desenvolvimento de indicadores de medida no domínio da pobreza e da exclusão social, onde é reconhecida especialista e tema sobre o qual tem publicado alguns contributos, entre os quais se destaca o recente capítulo: (2011) «Ageing and Social Class: Towards a Dynamic Approach to Class Inequalities in Old Age» in Malcom Sargeant (ed.) Age Discrimination and Diversity, Cambridge, Cambridge University Press, pp. 89-110. É avaliadora de artigos em revistas da especialidade, orientadora e júri de várias dissertações académicas. Desenvolve igualmente actividades de gestão, onde vem acumulando alguma experiência, sendo actualmente membro do corpo directivo da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

 

 

Ana Luísa Martinho

Mestre e licenciada em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. A tese incidiu sobre a análise das culturas organizacionais das organizações do terceiro sector, a partir dos modelos organizacionais e gestionários. Integra a equipa de investigação do projecto Empreendedorismo Social em Portugal do Instituto de Sociologia da FLUP. Tem participado em projectos de investigação e de investigação-acção que versam as temáticas do abandono escolar, da construção social da identidade, do voluntariado, da qualidade e da qualificação em organizações do terceiro sector. Formadora e consultora no âmbito de projectos de desenvolvimento organizacional para o terceiro sector (Q3; FAS; SIQ; Qual_IS). Experiência de avaliação externa dos projectos Equalidade, Bridges For Inclusion e Janus. Associada fundadora da A3S - Associação para o Empreendedorismo Social e a Sustentabilidade do Terceiro Setor.

 

 

Carlota Quintão

Doutoranda em Sociologia da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, a desenvolver a tese sobre Economia Social/Terceiro Sector e Empresas de Inserção. Licenciada em Sociologia desde 1996 pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP). Actividade profissional actual como investigadora, consultora e formadora nomeadamente nos domínios relacionados com o terceiro sector. Experiência profissional em consultoria e investigação aplicada, nomeadamente no quadro da avaliação, da engenharia da formação, do planeamento estratégico, da concepção e programação de projectos. Membro do Instituto de Sociologia da FLUP. Associada fundadora da A3S - Associação para o Empreendedorismo Social e a Sustentabilidade do Terceiro Setor. Curso de Social Accounting and Audit, promovido pela SAN – Social Audit Network, social accounting for the community sector, Inglaterra – York. Experiência anterior consolidada (1995 a 2001) como voluntária no âmbito da Associação para o Planeamento Familiar.

 

 

Celso Pais

Doutorado em Psicologia do Trabalho e das Organizações e Mestre em Psicologia Social. Coordenou a Pós-Graduação em Recursos Humanos no ISPGAYA - Instituto Superior Politécnico de Gaia, tendo leccionado o módulo de Liderança e Criatividade (2005). Docente da Unidade Curricular “Liderança e Negociação” no Mestrado de Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional, realizado no Instituto Superior Miguel Torga – Coimbra (2011). Desde 1984 é formador de activos nas seguintes áreas: Liderança de Equipas de Trabalho, Condução de Reuniões, Avaliação do Desempenho, Trabalho em Equipa, Assertividade na Empresa, Inteligência Emocional, Gestão do Tempo, Coaching para Chefias Intermédias. Foi Director de Recursos Humanos duma fábrica da indústria têxtil.

 

 

Cláudia Amador

Licenciada em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto desde 2008. Mestre em Sociologia, desde 2010, pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. A Dissertação de Mestrado focou a lógica de articulação entre o Estado, o mercado e a comunidade na prestação de cuidados na velhice, pretendendo apreender de que forma esta articulação assume diferentes contornos em idosos que usufruem de diferentes níveis de institucionalização. Fez parte de uma equipa de investigação da A3S no âmbito do Projecto Dangerous Liaisons - The connection between prostitution and drug abuse promovida pela Rede Europeia Anti-Pobreza/Portugal. Voluntária no Observatório das Representações de Género nos Media da União de Mulheres Alternativa Resposta (UMAR) e em Organizações Não Governamentais de Cooperação para o Desenvolvimento (ONGD) no desenvolvimento de projectos de intervenção social e humanitária.

 

 

Daniel Costa

Mestre em Psicologia, na área de especialização de Psicologia das Organizações, Social e do Trabalho, pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Foi co-gestor de um projecto de Desenvolvimento Organizacional na área dos sistemas de Informação e Comunicação (Projecto SIQ, REAPN/U.MINHO-ICS) de 2009 a 2010. Em 2010, desenhou procedimentos, processos e documentos relativos a várias áreas da Gestão de Recursos Humanos, numa óptica de Gestão da Qualidade, para o Gabinete de Atendimento à Família (IPSS), em Viana do Castelo. É actualmente membro do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL), desenvolvendo actividades de investigação na área do Empreendedorismo Social.

 

 

Hugo Moreira

Licenciado em Sociologia pelo ISCTE-IUL e USP-Universidade de São Paulo, desde de 2009. Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação pelo ISCTE-IUL, desde 2011. Formação em pós-produção e realização audiovisual com diversos trabalhos na área. Experiência de investigação no Evolutionary Systems and Biomedical Engineering Lab @ ISR-IST-UTL, a desenvolver a área de neuro sociologia em Portugal. Interesses em neurosociologia, empreendorismo e comunicação. Actualmente bolseiro a tempo completo no centro de investigação Dinâmia-CET na área do empreendorismo social.

 

 

Isabel Guerra

Professora Catedrática reformada em Sociologia na área de Estudos Urbanos no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e Empresa (ISCTE/IUL) em Lisboa e em Políticas Publicas na Universidade Católica de Lisboa. Investiga no DINAMIA/CET – Centro de Estudos para Centro de Estudos Sobre a Mudança Socioeconómica e o Território Mudança SA experiência de investigação e de prestação de serviços tem sido realizada no âmbito do Centro de Estudos Territoriais (CET/ISCTE actualmente DINAMIA/CET) do qual é membro da Direcção desde 1982. Tem várias dezenas de livros e artigos publicados. Foi membro da Comissão de Peritos sobre A Política Social nas Cidades do Conselho da Europa (desde 1997-2001), pertencendo actualmente ao Réseaux Socio-Economie de L´Habitat sediado em Paris, (desde 1997) e ao European Network for Housing Research - EnHr Working Group in Housing Pratices in South Europe (desde 1997. Foi membro do Conselho Económico e Social entre 2003 e 2009 e da Comissão Nacional da Fundação Aga Khan entre 2006 e 2010.

 

 

Maria de Fátima Ferreiro

Licenciatura em Sociologia pelo ISCTE (1991), Mestrado em Economia e Politica Social pelo ISEG (1997) e Doutoramento em Economia pelo ISCTE (2005). As provas académicas incidiram sobre a agricultura e o mundo rural com ênfase nas questões associativas, fontes de rendimento e instituições (direito de propriedade). É desde 1991 docente no ISCTE-IUL, após uma breve passagem pela Universidade do Minho, onde deu aulas na licenciatura de Sociologia do Trabalho. No ISCTE-IUL leciona nas áreas de História das Ideias Económicas, Economia Social e Solidária, Economia e Desenvolvimento Rural e Introdução à Economia. Para além da licenciatura em Economia, a sua actividade docente desenvolve-se no âmbito da licenciatura em Sociologia, no Mestrado em Economia, Economia Social e Solidária e Desenvolvimento, Diversidades Locais e Desafios Mundiais. É membro efetivo do Dinâmia-CET onde desenvolve investigação na área do Território e Governação, Economia e Sociedade. A Economia Social e as temáticas relacionadas com as configurações e dinâmicas territoriais, incluindo as políticas públicas e a consideração de dimensões de sustentabilidade nas formas de manifestação da realidade socioeconómica estão entre os temas de maior incidência da investigação desenvolvida recentemente. Tem participado em conferências nacionais e internacionais relacionadas com estas temáticas. Foi co-organizadora de um Seminário temático dedicado aos Direitos Humanos e aos desafios da governação (Dinâmia-CET-ISCTE-IUL) que decorreu durante o ano de 2011. Tem publicado nas áreas do território, instituições e desenvolvimento rural, ética e ambiente e economia social.

 

 

Mónica Santos

Doutoranda em Sociologia na Faculdade de Letras da Universidade do Porto sobre as trajectórias e identidades profissionais de licenciados em Direito. Licenciada em Sociologia e mestre em Migrações Internacionais pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Encontra-se, desde 2006, a exercer funções de investigação no ISFLUP no âmbito de diversos projectos de investigação, nomeadamente na área do empreendedorismo social, das escolhas profissionais e escolares e da precariedade profissional dos diplomados. Destaca-se ainda a participação em projectos europeus sobre violência doméstica sobre idosos e integração profissional de imigrantes. Co-autora do livro (2009) “Família, Trabalho e Precariedade”, in Carlos Gonçalves (coord), Licenciados, Precariedade e Família, Porto, Estratégias Criativas.

 

 

Paula Guerra

Doutorada e licenciada em Sociologia, mestre em Sociologia Urbana e Processos de Exclusão Social, exerce desde 1991, funções de docência no Departamento de Sociologia da FLUP. Investigadora do Instituto de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto na linha de investigação Desigualdades, Cultura e Território do Instituto de Sociologia (ISFLUP). Para além da sua docência académica, tem vindo a ser formadora em diversos domínios específicos nas áreas da sociologia, da avaliação de projectos, nas metodologias de intervenção, entre outros. No âmbito do ISFLUP, desenvolve actividades quer como investigadora, quer como coordenadora e responsável científica de projectos sobre as temáticas da programação de equipamentos culturais, da reabilitação urbana, do planeamento estratégico e do desenvolvimento social numa lógica de planeamento e desenvolvimento (Planos Estratégicos de Cidade e Concelho, Assessorias aos Programas Rede Social e Reabilitação Urbana, Programação de Equipamentos Culturais, Montagem de Projectos de Investigação-acção, etc.). É avaliadora de artigos em revistas da especialidade.

 

 

Sofia Alexandra Cruz

Doutorada e licenciada em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e mestre em Ciências Sociais pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. É Professora na Faculdade de Economia da Universidade do Porto e Investigadora no Instituto de Sociologia da mesma Universidade. Publicou os livros: (2010) O Trabalho em Centros Comerciais, Porto, Afrontamento; (2003) Entre a Casa e a Caixa. Retrato de Trabalhadoras na Grande Distribuição, Porto, Afrontamento (menção honrosa Prémio Mulher Investigação 2001-CIDM).; e os capítulos de livros: (2010) “A actividade comercial: uma reflexão sobre feminização, juvenilização e precarização laboral”, in Virgínia Ferreira (org.), A Igualdade de Mulheres e Homens no emprego em Portugal: Políticas e Circunstâncias, CITE (2009) (co-autora) “Família, Trabalho e Precariedade”, in Carlos Gonçalves (coord), Licenciados, Precariedade e Família, Porto, Estratégias Criativas.

 

 

Vanessa Marcos

Doutoranda em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto sobre a problemática da sustentabilidade e profissionalização das Organizações Não Governamentais de Cooperação para o Desenvolvimento (ONGD) portuguesas, sob o enquadramento teórico da Economia Social. Mestrado em Desenvolvimento e Relações Internacionais pela Universidade de Aalborg, Dinamarca e licenciatura em Relações Internacionais - ramo Cultural e Político pela Universidade do Minho. Curso em Políticas Económicas e Instituições da União Europeia pela Universidade de Northampton, Inglaterra. Realizou um estágio profissional no Instituto de Estudos Estratégicos de Cracóvia, Polónia. Nos últimos anos integrou projectos na área da Cooperação para o Desenvolvimento em Moçambique e na Guiné-Bissau e em Direitos Humanos na Guatemala. Desenvolve, actualmente, actividade de formadora sobre as temáticas do Voluntariado de Cooperação e como investigadora na área de Empreendedorismo Social.

 

 

Vera Diogo

Mestre em Riscos, Cidades e Ordenamento do Território, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), desde 2010. Licenciada em Sociologia pela Universidade do Minho, desde 2006. Entre 2006 e 2009, teve experiência profissional em organizações do Terceiro Sector, uma delas, na cidade de Izmir, na Turquia, no âmbito do Programa Leonardo Da Vinci. Em 2007, realizou uma formação em Design e Avaliação de Programas e Projectos de Desenvolvimento, na Tecminho. Desde 2010, exerce funções na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto, onde lecciona Sociologia das Organizações e integra a equipa de acompanhamento de estágios da Licenciatura em Educação Social (Regime Pós-Laboral). Durante o ano de 2010, apresentou várias comunicações sobre a temática da Inovação Social no âmbito do Terceiro Sector, tópico da sua dissertação de mestrado. Este ano lectivo, participou ainda como investigadora no Projecto Dangerous Liaisons, um projecto de âmbito europeu que foca a relação entre a prostituição e o uso de drogas.

 

 

Investigadores Júniores da Universidade do Porto

 

Gonçalo Marques Barbosa

Licenciado em Sociologia, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), desde 2012. Está atualmente a frequentar o Mestrado em Sociologia na mesma instituição. Investigador num  projecto sobre empreendedorismo social no âmbito do programa Investigação Junior da Universidade do Porto (IJUP 2011). Colaborou durante os anos 2011 e 2012 com a associação VIDA, no âmbito do projeto cIDADES. Frequentou em 2012 o curso de Políticas Sociais e Inclusão Social, na Universidade do Porto. Interesses em sociologia do emprego, políticas públicas, empreendedorismo social e sociologia da cultura.

 

 

Mafalda Gomes

Mestre em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP). Licenciada em Sociologia da mesma Faculdade. Foi bolseira de iniciação à investigação da Fundação de Ciência e Tecnologia em 2008 /2009 no âmbito da qual participou no Observatório do Emprego dos Diplomados em Sociologia, um projecto do Instituto de Sociologia da FLUP. Realizou um estágio de 4 meses num Hospital Público Brasileiro na área dos Recursos Humanos, em 2012. O tema da dissertação de mestrado incide no estudo de caso de um empreendimento da economia solidária brasileira que integra população de rua através da sua força de trabalho. Investigadora num projecto sobre empreendedorismo social no âmbito do programa Investigação Júnior da Universidade do Porto (IJUP 2011). Voluntária na Associação para o Empreendorismo Social e a Sustentabilidade do Terceiro Sector (A3S).

 

 

Susana Tavares de Castro

Mestre em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (2010). Licenciada em Sociologia pela mesma instituição (2008). A Dissertação de Mestrado incidiu sobre a área do envelhecimento, nomeadamente o processo de institucionalização numa instituição pública e privada. Atualmente é investigadora num projeto sobre empreendedorismo social ao abrigo do programa de Investigação Júnior da Universidade do Porto (IJUP02011). De 2002 até 2011 foi membro do CNE – Corpo Nacional de Escutas -, um movimento associativo jovem e mundial, sem fins lucrativos que assume um caráter voluntário e de constante participação na sociedade. É membro voluntário na A3S.

 

 

Vera Lisa Araújo

Licenciada em Sociologia, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), desde 2011. Certificado de Aptidão Profissional de Formador obtido em curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores na Escola de Formação Prática (CERTFORM) em 2011. Interesses em análise de dados estatísticos, empreendedorismo social, relações internacionais e exclusão social.

 

 

Investigadores que participaram no projecto

 

Ana Isabel Couto

Doutoranda em Sociologia pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, a desenvolver a tese sobre empreendedorismo, pequenas e médias empresas e os seus dirigentes. Licenciada em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), é actualmente assistente de investigação no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) e investigadora associada do Instituto de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (ISFLUP), onde tem colaborado em diferentes projectos de investigação em particular nos domínios do ensino superior, empreendedorismo, género, sociologia do trabalho e das organizações.

 

 

Deolinda Meira

Doutorada, mestre e licenciada em Direito. Exerce funções de professora adjunta na área científica de Direito no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto. Realizou várias comunicações em diversos congressos e jornadas científicas de Direito, designadamente sobre temáticas relacionadas com o regime jurídico das cooperativas e da Economia Social em geral. Publicou uma monografia, capítulos em livros e vários artigos sobre o regime jurídico das cooperativas e da Economia Social. É membro investigador do Centro de Estudos Interculturais do ISCAP. É membro do Conselho de redacção e coordenadora da Secção sobre «Actualidade Cooperativa em Portugal» na Revista Cooperativismo e Economia Social da Universidade de Vigo.

 

 

João Martinho

Licenciado em Sociologia pela Universidade Minho e Universitat de València (2009) e mestrando em Economia Monetária, Bancária e Financeira na mesma Universidade. Trabalhou como assistente de investigação nas Universidades do Minho e Évora na área da Deficiência e Formação Profissional (2010-2011); foi Estagiário InovContacto na Ambienta em Santos, SP, Brasil, uma ONGD de arquitetura que atua na área da Habitação Social (2011). É atualmente assistente de investigação no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) na área do Empreendedorismo Social.

 

 

Luísa Veloso

Socióloga e investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do Instituto Universitário de Lisboa (CIES/ ISCTE-IUL), onde co-coordena a linha de investigação Trabalho, Inovação e Estruturas Sociais da Economia e investigadora associada do Instituto de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Foi docente no Departamento de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (1991-2008). A sua principal área científica de investigação é a da Sociologia do Emprego, da Inovação do Trabalho e das Organizações. Tem várias publicações nacionais e internacionais. Desenvolve actividades várias de articulação entre a investigação e actividades culturais com, nomeadamente, a Fundação de Serralves, com quem organizou, entre 2008 e 2011, o Ciclo Documente-se!, a Cinemateca Portuguesa, a Associação Quarta Parede e a Rumo do Fumo. É membro do  “Observatório de África e da América Latina” da Fundação Calouste Gulbenkian.