Eixo 4

Subsistemas [Educativos] e Instituições Educacionais

Que níveis e graus de ensino? Que estigmas e que complementaridades? Que identidades e diversidades institucionais?
Day 1
21 Jun 2016
Day 2
22 Jun 2016

COMUNICAÇÕES INDIVIDUAIS – S1 – EIXO 4

ENSINO NOTURNO COMO POLÍTICA EDUCACIONAL NO PIAUÍ 1871-1933

ENSINO DE HISTÓRIA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA NAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS DA BAHIA: ALGUMAS REFLEXÕES

O ENSINO JURÍDICO NO BRASIL: DA TEORIA À PRÁTICA, UM HORIZONTE DE EXPECTATIVAS (1825-1994)

ENSINO COMERCIAL EM COIMBRA: ESCOLA SECUNDÁRIA DE AVELAR BROTERO COIMBRA – PORTUGAL (1948-1974)

A EDUCAÇÃO MUSICAL EM INSTITUIÇÕES NÃO FORMAIS: CAMINHOS DA FORMAÇÃO DE MÚSICOS E MUSICISTA NO INTERIOR PERNAMBUCANO

Mesas Coordenadas – S1 – Eixo 4

A educação das escolas domésticas, comunitárias e públicas no Brasil e em Portugal (séculos XIX e XX)

COMUNICAÇÕES INDIVIDUAIS – S2 – EIXO 4

O TEMPO, O ESPAÇO E AS PRÁTICAS DO JARDIM DE INFÂNCIA JOANA RAMOS

A EDUCAÇÃO DA INFÂNCIA DESVALIDA NA ESCOLA CONFESSIONAL ESPÍRITA “CASA DO PEQUENINO

POLÍTICAS EDUCACIONAIS NOS ANOS DE CHUMBO E A CRIAÇÃO DO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA (1965-1981): AJUSTES PARA A MANUTENÇÃO DA ORDEM E DA DESORDEM

ENSINO SECUNDÁRIO NA REPÚBLICA BRASILEIRA: AS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE 1889-1930

A CONSTITUIÇÃO HISTÓRICA DA CRECHE EM SANTA CATARINA: UM ESTUDO A PARTIR DO POSTO DE PERICULTURA BEATRIZ RAMOS

Mesas Coordenadas – S2 – Eixo 4

Ensino secundário: diálogos Brasil/Portugal

COMUNICAÇÕES INDIVIDUAIS – S3 – EIXO 4

A REBELDIA NA ESCOLA MILITAR DA PRAIA VERMELHA (1858-1904)

ADENTRANDO OS MUROS ESCOLARES: PRÁTICAS EDUCATIVAS E PEDAGÓGICAS VIVENCIADAS EM UM GRUPO ESCOLAR MINEIRO (1944 A 1962)

SOB AS ORDENS DO TENENTE: DA MEMÓRIA PARA A HISTÓRIA DO ENSINO MUNICIPAL DE SÃO PAULO (1967-1992)

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO CATÓLICA NO BRASIL (1943-1983) – O CASO D0 RIO DE JANEIRO, SÃO PAULO E MINAS GERAIS

COMUNICAÇÕES INDIVIDUAIS – S3 – EIXO 4

AS PRÁTICAS DOCENTES NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: UM ESTUDO DE CASO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

EDUCAÇÃO CONFESSIONAL CATÓLICA NO LITORAL DA BAIXADA OCIDENTAL MARANHENSE: A OBRA EDUCACIONAL DOS IRMÃOS DE NICOLLET EM GUIMARÃES-MA (1953-1967)

A ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS DA UFRJ (1972-1973): UMA ANÁLISE DOS PLANOS DE CURSO E DOS BASTIDORES DA PRÁTICA

"UM GINÁSIO PARA PARNAÍBA": O CASO DA ESTADUALIZAÇÃO DO GINÁSIO PARNAIBANO (1959-1970)

COMUNICAÇÕES INDIVIDUAIS – S4 – EIXO 4

O EXTERNATO NORMAL DA PARAHYBA DO NORTE: ENTRE O IDEAL E O REAL

ESCOLA GUATEMALA: UM ESPAÇO DE EXPERIMENTAÇÃO PEDAGÓGICA NA DÉCADA DE 1950

O COLÉGIO SANTÍSSIMO SACRAMENTO: LUGAR DE FORMAÇÃO DE PROFESSORAS EDUCADAS “DENTRO DA SÃ MORAL E DOS PRINCÍPIOS DA SANTA RELIGIÃO”

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO “FERNANDO COSTA” (1953-1975) E SEUS ESPAÇOS

COLÉGIO INSTITUTO NOROESTE: UM SISTEMA EDUCATIVO PROTESTANTE (BIRIGUI/SP - BRASIL - 1918/2014)

COMUNICAÇÕES INDIVIDUAIS – S4 – EIXO 4

MEMÓRIAS DO GRUPO ESCOLAR OTAVIANO BASÍLIO HERÁCLIO DO RÊGO, MUNICÍPIO DE LIMOEIRO-PE, BRASIL

ADRIANO ANTERO E O ENSINO DA ECONOMIA NO PORTO

A HISTÓRIA DO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE GARÇA E DO CURSO NORMAL SUPERIOR (2003-2007): ASPECTOS DA CULTURA ESCOLAR

O BRASIL NA ACADEMIA POLITÉCNICA DO PORTO (1837-1911)

INDUSTRIALIZAÇÃO E MODERNISMO: O COLÉGIO DE CATAGUASES

COMUNICAÇÕES INDIVIDUAIS – S4 – EIXO 4

A HISTÓRIA DO CURSO NORMAL DO COLÉGIO IMACULADA CONCEIÇÃO SITUADO NA CIDADE DE TUPACIGUARA-MG NO PERÍODO DE 1961-1977

EDUCAÇÃO JESUÍTICA NO SÉCULO XVI: O COLÉGIO DE SANTO ANTÃO E A AULA DE ESFERA

HISTÓRIA DAS ESCOLAS NOTURNAS PRIMÁRIAS DE UBERLÂNDIA- MG: USOS DO ESPAÇO E DO TEMPO (1947 A 1963)

HISTÓRIA DO COLÉGIO MARISTA NO CONTEXTO DA URBANIZAÇÃO DE CASCAVEL

HISTÓRIA DA IMPLANTAÇÃO DO GINÁSIO EVANGÉLICO RUI BARBOSA DE MARECHAL CÂNDIDO RONDON, PARANÁ (1959-1969).

Comunicações Individuais – S5 – Eixo 4

MEMÓRIA DA EDUCAÇÃO RURAL BRASILEIRA: DOS SUBTERFÚGIOS À PREEMINÊNCIA DE UMA MEMORIA SUBTERRÂNEA (UBERLÂNDIA, 1930 A 1953)

O MUNICÍPIO E A EXPANSÃO ESCOLAR EM PIRACICABA NO INÍCIO DA PRIMEIRA REPUBLICA

O MUNICÍPIO E O ENSINO RURAL: A ESCOLA PRIMÁRIA E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM CIANORTE-PARANÁ (1950-1970)

ESCOLA MUNICIPAL RURAL DE ENSINO FUNDAMENTAL VALE DO RIO DOCE EM RIO VERDE-GO: INSTITUIÇÃO ESCOLAR CONSTITUÌDA A PARTIR DO MOVIMENTO SEM TERRA

A INSTITUIÇÃO DE ENSINO PROFISSIONAL SENAI: UM OLHAR SOBRE A RELAÇÃO EDUCAÇÃO E TRABALHO NA FORMAÇÃO DE JOVENS APRENDIZES DÉCADA DE 1960-1990

Comunicações Individuais – S5 – Eixo 4

SITUAÇÃO DE FRAGILIDADE E DE RISCO PARA OS MENORES APRENDIZES DA COMPANHIA DE APRENDIZES MARINHEIROS DO CEARÁ

O INTERNATO DO COLEGIO PATROCÍNIO DE SÃO JOSÉ NA CIDADE DE ARACAJU (1940)

DAS ESCOLAS DE APRENDIZES ARTÍFICES AOS INSTITUTOS FEDERAIS: EXPANSÃO E DESAFIOS DE UMA NOVA INSTITU- CIONALIDADE NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

A EDUCAÇÃO DO CORPO NOS CENTROS INTEGRADOS DE EDUCAÇÃO PÚBLICA

NARRANDO A HISTÓRIA DA CRIAÇÃO DAS ESCOLAS HOSPITAIS NO RIO DE JANEIRO PELO ACOMPANHAMENTO DA ATUAÇÃO DO INTELETUAL MÉDICO OSCAR CLARK (1916-1939)

Comunicações Individuais – S5 – Eixo 4

CATOLICISMO E EDUCAÇÃO: AS CONGREGAÇÕES FEMININAS ITALIANAS E O ENSINO NO PARANÁ

EDUCAÇÃO PELA FÉ: ESTUDO SOBRE AS PRÁTICAS ESCOLARES NO COLÉGIO DO SALVADOR EM ARACAJU/SERGIPE/BRASIL (1935-1959)

O GRUPO ESCOLAR TENENTE CORONEL JOSÉ CORREIA NO CONTEXTO SOCIOCULTURAL DA CIDADE DO ASSÚ (1911-1950)

EXPERIÊNCIAS RELIGIOSAS NA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: AS FILHAS DA CARIDADE EM MINAS GERAIS E NO RIO DE JANEIRO (1850-1900).

ESCOLAS POLIVALENTE: A POLÍTICA EDUCACIONAL DA DITADURA CIVIL-MILITAR BRASILEIRA

Comunicações Individuais – S5 – Eixo 4

MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO DE BASE (MEB): UMA EXPERIÊNCIA EDUCACIONAL COM JOVENS E ADULTOS (1961/1966)

TELESCOLA – UM ESPAÇO MEDIÁTICO E INOVADOR NUM CONTEXTO EDUCATIVO CINZENTO

A BRINQUEDOTECA NO EJA: UM ESPAÇO A FAVOR DAS ALUNAS/MÃES E DO COMBATE A EVASÃO ESCOLAR

ENSINAR OU ENSINAR A PENSAR: CONTRIBUTOS DO PROGRAMA EDUCATIVO BRASILEIRO: TELECURSO 2000–2015

Mesas Coordenadas – S4 – Eixo 4

Histórias da educação no Brasil e em Portugal (1950-1970): ensino secundário, ensino liceal e escolas normais

Comunicações Individuais – S6 – Eixo 4

CURSO DE PEDAGOGIA DO CPTL: DIFICULDADES E DILEMAS NA CONSTRUÇÃO DO CAMINHO METODOLÓGICO DA PESQUISA EM EDUCAÇÃO

ENSINO PELA PESQUISA NA FUNDAÇÃO LIBERATO: CONSTRUÇÃO DE UMA ESCOLA TÉCNICA, UM PERCURSO DE MAIS DE UMA DÉCADA – 1956 A 1967

EDUCAÇÃO DE PROFESSORAS RURAIS EM GUAJARÁ-MIRIM/ MT/BRASIL (1932 A 1960)

DIFERENTES EXPERIÊNCIAS DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL NA METALURGIA CASAL, 1965-1992

A DISCIPLINA DE DIDÁTICA NO CURSO NORMAL SUPERIOR – ISEG DE GARÇA-SP (2003-2006): DA DIDÁTICA PRESCRITA – FINALIDADES DE OBJETIVO, À DIDÁTICA VIVENCIADA – FINALIDADES REAIS

Comunicações Individuais – S6 – Eixo 4

CAMINHOS DA EDUCAÇÃO NO NORDESTE BRASILEIRO: AS ESCOLAS DA COMPANHIA HIDROELÉTRICA DO SÃO FRANCISCO (1945-2000)

SAIAS AO VENTO: FORMAÇÃO E MILITÂNCIA POLÍTICA DE MULHERES NO TEMPO DA DITADURA MILITAR BRASILEIRA (1960-1970)

A DINÂMICA DA LIGA MICAELENSE DE INSTRUÇÃO PÚBLICA - UM CONTRIBUTO DE SUCESSO NO COMBATE AO ANAL- FABETISMO EM S. MIGUEL NOS INÍCIOS DO SÉCULO XX

GÊNESE E EDUCAÇÃO DAS CONGREGAÇÕES CATÓLICAS FRANCESAS NO BRASIL

Comunicações Individuais – S6 – Eixo 4

ESCOLA DE ARTES DECORATIVAS SOARES DOS REIS. UMA ESCOLA DE EXCELÊNCIA NAS DÉCADAS DE 40 A 70 DO SÉCULO VINTE

O CLUBISMO EM VILA NOVA DE GAIA, NAS ÚLTIMAS DÉCADAS DO SÉCULO XIX E PRIMEIRAS DO SÉCULO XX: INTENÇÃO E AÇÃO EDUCATIVAS

DO INFERNO À COBIÇA ESTUDO SOBRE AS TRANSFORMAÇÕES DO COMPLEXO DE QUINTINO

REVISITANDO A TRAJETÓRIA DO IFRN - CAMPUS MOSSORÓ

A UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ E A PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO

Comunicações Individuais – S6 – Eixo 4

GRUPO ESCOLAR 13 DE MAIO E A EDUCAÇÃO PRIMÁRIA NA PERIFEIRA DE UBERLÂNDIA – MG 1961-1971

EM DIÁLOGO O DOCUMENTO E O CONHECIMENTO HISTÓRICO: O GRUPO ESCOLAR VISCONDE DE PORTO SEGURO, EM SOROCABA (SP)

A PEDAGOGIA NAS UNIVERSIDADES DE COIMBRA E ÉVORA NO SÉCULO XVI

GRUPOS ESCOLARES EM TRANSFORMAÇÃO: REALIDADE DA EDUCAÇÃO PRIMÁRIA NO RIO GRANDE DO NORTE, NAS PRIMEIRAS DÉCADAS DO SÉCULO XX

A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO INSTITUTO FEDERAL DE SERGIPE - CAMPUS ESTÂNCIA - E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A DEMOCRATIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO

Comunicações Individuais – S6 – Eixo 4

OS COLONOS DE VILA FERNANDO NA DÉCADA DE 30 (SÉC.XX): ANÁLISE DE UM PROGRAMA DE REGENERAÇÃO DE MENORES

A EDUCAÇÃO DE SURDOS EM REDE INTERNACIONAL: ANÁLISE DE FONTES DOCUMENTAIS DOS SÉCULOS XVIII, XIX E XX

UM PROJETO EDUCATIVO SINGULAR O COLÉGIO DE REGENERAÇÃO DE BRAGA – 1869-1931

A REEDUCAÇAO DE JOVENS DELINQUENTES: COMPARAÇÃO ENTRE A COLÓNIA CORRECIONAL DE VILA FERNANDO (1895/2007) E A COLÓNIA AGRÍCOLA DE METTRAY (1840/1939)

EM TERRA DE USINAS E CANAVIAIS: SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA SÃO JOSÉ OPERÁRIO - UMA INSTITUIÇÃO PARA DEFICIENTES VISUAIS (1956-1963)

Mesas Coordenadas – S5 – Eixo 4

As luzes e as faces do prisma: a reforma pombalina na Universidade de Coimbra em perspectiva

Comunicações Individuais – S7 – Eixo 4

FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: UMA HISTÓRIA EM BARRA DO GARÇAS NAS DÉCADAS DE 1970 E 1980

EDUCAR PARA O TRABALHO E O DESENVOLVIMENTO: A IMPLANTAÇÃO DA ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE EM MOSSORÓ (BRASIL)

AS ESCOLAS JAPONESAS NA CONSTITUIÇÃO DO CAMPO EDUCACIONAL PAULISTA: 100 ANOS DE HISTÓRIA

O ENSINO PRIMÁRIO NA CAPITAL PARANAENSE NO INÍCIO DO SÉCULO XX: DO GRUPO ESCOLAR CRUZ MACHADO AO MUSEU DA ESCOLA PARANAENSE

ARQUITETURA DAS ESCOLAS NORMAIS NO PARANÁ: ACOMPANHAMENTO DA IMPRENSA PARANAENSE NA DÉCADA DE 1920

Comunicações Individuais – S7 – Eixo 4

LIÇÕES DE PEDAGOGIA NA ESCOLA NORMAL PRIMÁRIA

FORMAÇÃO DOCENTE EM MINAS GERAIS NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX: O CASO DA ESCOLA NORMAL DE OURO PRETO

ASSOCIAÇÃO INSTRUTIVA JOSÉ BONIFÁCIO E A CRIAÇÃO DA ESCOLA NORMAL

A PRODUÇÃO DA DISCIPLINA ESCOLAR HISTÓRIA NATURAL NA ESCOLA NORMAL E INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL NAS DÉCADAS DE 1920-30 NO BRASIL

O ENSINO DE PSICOLOGIA NA ESCOLA NORMAL EM SANTA CATARINA/BRASIL DE 1911 A 1928: A PSICOLOGIA ENTRE A PEDAGOGIA E A INSTRUÇÃO MORAL E CIVICA

Comunicações Individuais – S7 – Eixo 4

O ENSINO DA LINGUA INGLESA NO ATHENEU SERGIPENSE NO BRASIL IMPÉRIO: UMA REFLEXÃO A PARTIR DAS DISCIPLINAS ESCOLARES (1870-1889)

ENSINAR A ENSINAR: A CADEIRA DE PEDAGOGIA NO CURSO NORMAL EM SERGIPE/BRASIL (1870-1901)

EM NOME DA DISCIPLINARIZAÇÃO E DA ORDEM: O CASO DO COLÉGIO PEDRO II

MANUAIS DE HISTÓRIA NO ENSINO TÉCNICO NO ESTADO NOVO

INVESTIGANDO O ENSINO DE CALIGRAFIA DESENHO NO CURRÍCULO DA ESCOLA NORMAL DE SÃO PAULO (IMPÉRIO E INÍCIO DA PRIMEIRA REPÚBLICA): PRIMEIRAS CONSIDERAÇÕES

Comunicações Individuais – S7 – Eixo 4

A FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO ESPÍRITO SANTO: CONSTITUIÇÃO HISTÓRICA DA ESCOLA NORMAL 1873–1930

A ORDEM DOMINICANA EM PORTO NACIONAL: O COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES

O CAIC PAULO DACORSO FILHO E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES NA UFRRJ: COLÉGIO DE APLICAÇÃO?

FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM VITÓRIA DA CONQUISTA/BA (FFPVC): A HISTÓRIA DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

O PAPEL DA ESCOLA DO MAGISTÉRIO PRIMÁRIO DE BRAGANÇA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES E EDUCADORES DE INFÂNCIA.

Comunicações Individuais – S8 – Eixo 4

OS LIVROS ESCOLARES DE MÚSICA NO ENSINO BRASILEIRO: ANÁLISE DE OBRAS SELECIONADAS NO CONTEXTO EDUCACIONAL DE 1830 A 1910

LICEU DE ITU: DA DOAÇÃO DO BRASILEIRO DE TORNA-VIAGEM JOAQUIM BERNARDO BORGES À IMPLANTAÇÃO DOS PRIMEIROS CURSOS PROFISSIONALIZANTES (1921-1966)

O LYCEU PARAHYBANO EM VIAS DE REESTRUTURAÇÃO: INTERVENÇÕES DO GOVERNO CASTRO PINTO (1912-1914)

LICEU LITERÁRIO PORTUGUÊS (1868-1889): A INSTRUÇÃO EM CÉU ESTRANGEIRO

ENSINO LICEAL PARA GENTE DE CARTEIRA, CÉREBROS CULTOS E ENSINO PROFISSIONALIZANTE PARA CARGOS SUBALTERNOS, BAIXOS MISTERES CABO VERDE, 1911–1960

Comunicações Individuais – S8 – Eixo 4

O CONTEXTO DE EXPANSÃO DO ENSINO SECUNDÁRIO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E A HISTÓRIA DO COLÉGIO BRIGADEIRO NEWTON BRAGA (1960-2010)

ORGANIZAÇÃO DA INSTRUÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE MATO GROSSO NO INÍCIO DA REPÚBLICA: (1889-1899)

A INSTRUÇÃO PÚBLICA E PARTICULAR NA PROVÍNCIA DA PARAHYBA DO NORTE: AS RELAÇÕES DE FORÇAS ENTRE O PARTIDO LIBERAL E CONSERVADOR NO PERÍODO DE 1872 A 1884

CAMINHOS DO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: A FACULDADE DE ODONTOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO (UBERABA, MINAS GERAIS, DÉCADAS DE 1940 A 1950).

A FUNÇÃO DO ENSINO SECUNDÁRIO BRASILEIRO NA PRIMEIRA REPÚBLICA: CONTINUIDADE OU RUPTURA?

Comunicações Individuais – S8 – Eixo 4

HISTORIOGRAFIA DA EDUCAÇÃO CORPORATIVA: A PRODUÇÃO DISCENTE DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E EM ADMINISTRAÇÃO (1990-2014)

HISTORIOGRAFIA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NO ESTADO DO MARANHÃO: IDENTIDADE INSTITUCIONAL E SIGNIFICADO SOCIAL

O TEOR DOS DEBATES SOBRE A ABERTURA DOS CURSOS JURÍDICOS NO BRASIL NA ASSEMBLEIA CONSTITUINTE DE 1823

A “ESCOLINHA DO PARQUE ANAUÁ”: HISTÓRIA DE UMA INSTITUIÇÃO EDUCACIONAL ESPECIALIZADA DA EDUCAÇÃO ESPECIAL NA AMAZÔNIA BRASILEIRA – 1980-2001

LUTA PELA INSTRUÇÃO E DISPUTAS POLÍTICAS EM PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX: A ESCOLA PARA MENINAS NA FREGUESIA DE SÃO VICENTE DE PEREIRA, MUNICÍPIO DE OVAR