Bem vindos ao Porto…

Cidade património mundial da UNESCO (1996), 

«European Travellers’ Choice» (2012) e «Europe’s Best Destinations» (2014).

Burgo de antiquíssima história e presença humana nas margens do rio Douro, radica na sua denominação romana de «Portus Cale» a origem do nome de Portugal. 

Do emblemático centro histórico da Ribeira aos Aliados, do cosmopolitismo da Boavista, da Foz do Douro ou das Antas e das famosas caves do vinho do Porto em Vila Nova de Gaia, deixem-se encantar pela originalidade e riqueza de um património histórico e cénico singular…

Na grande festa municipal do «São João do Porto» (24 de junho) estão ainda todos convidados a desfrutar do acolhedor espírito tipicamente portuense, numa noite de folia que se estende por toda a madrugada!

Informações Úteis

Câmara Municipal do Porto

European best destinations

Guia da
Cidade

Visit
Porto

Universidade
do Porto

Sabia que?

Os portuenses são conhecidos por «tripeiros»?

Na preparação da expedição de conquista de Ceuta no reinado de D. João I, capítulo inaugural da Expansão Marítima nacional nos tempos modernos, os habitantes do burgo dispensaram todos os víveres da cidade para as caravelas reservando unicamente as tripas dos animais. Estava assim criado um dos pratos mais típicos de Portugal: «Tripas à moda do Porto».

A cidade detém os epítetos de «Antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta Cidade do Porto»?

No contexto da Guerra Civil de 1832-1834, entre os liberais de D. Pedro IV e os absolutistas de D. Miguel, a cidade esteve sob cerco militar durante um ano com apoio declarado à fação do primeiro. Após a vitória e aclamação de D. Maria II, por sugestão do intelectual portuense Almeida Garrett, como reconhecimento pelos sacrifícios e heroísmo das gentes da «Invicta» nesses tempos conturbados. 

O coração do imperador Pedro I do Brasil e D. Pedro IV de Portugal encontra-se no Porto?

Nas suas disposições testamentárias, D. Pedro IV destinou que o seu coração fosse embalsamado e entregue ao Porto como agradecimento pelo apoio nas lutas liberais. O mesmo está depositado num altar da Igreja da Lapa, sendo apenas exposto ao público em ocasiões especiais.

A «francesinha» consta como uma das melhores sanduiches do mundo?

Em 2011 o site «Aol Travel» listou outra das iguarias portuenses mais conhecidas: a «francesinha», uma sanduíche que combina vários tipos de carne com um molho picante, criada no restaurante «A Regaleira» em meados dos anos de 1950.

O Porto foi considerado a «capital portuguesa da arquitetura»?

A enorme fusão de estilos arquitetónicos desde as eras medievais à contemporaneidade valeu-lhe essa distinção, em 2013, pela revista alemã «Häuser». Pela cidade confluem harmoniosamente monumentos e edifícios do Românico, Gótico, Maneirismo, Barroco, Neoclássico, Arte Nova e Modernismo, dos quais salientam-se exemplares como: a Sé do Porto, a Igreja e Torre dos Clérigos, o Museu de Serralves, a Livraria Lello, a Estação de São Bento, a Igreja de S. Francisco, a Reitoria da U. Porto ou a Casa da Música.

A denominação de «vinho do Porto» encerra um certo contrassenso?

A globalmente reconhecida marca de «vinhos do Porto» deve unicamente o seu nome por terem sido os comerciantes da cidade a diligenciar a sua comercialização para o norte da Europa e para todo o mundo. As uvas que dão origem a este vinho fortificado, naturalmente adocicado e com um grande teor alcoólico, são produzidas e colhidas em diversas quintas na zona do Douro Vinhateiro, a mais antiga região vinícola demarcada em todo o mundo, e armazenada em cascos de carvalho nas caves de Vila Nova de Gaia.